sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Descongela!!!

Como medir o grau de felicidade de alguém? Como saber, por exemplo, o quanto uma pessoa está em seu limite de força? Ou  limite de paciência? Ou de raiva? Existe uma máquina que determine o limite de cada ser? Se a resposta for não, acho eu; que deveria existir, pois esta é a única coisa que ainda não inventaram para interferir na vida das pessoas.
Existe o celular que mede o tempo através da fala.
("Já chegou? Com quem tu tá? Onde tu vai... e bábláblá" Existe a internet e uma infinidade de recursos que medem o que se faz, o que se vai fazer e com quem se foi, se vai ou até mesmo; com 140 caracteres públicos pode-se dizer o que se sente através de palavras.")
Adeus privacidade. Pra quê? Né? Se a onda do momento é expor tudo e todos como sacos  de batatas em atacado. E ai de quem não tem orkut, blog ou msn, puta que pariu alguém não ter twiter! Caraca! Em pleno 2010 e tu não tem twiter? Hahaha Já ficou pra trás meu camarada! Avançado agora é aquela criança que nem nasceu e tem cada dia de feto; registrado pela mãe num blog, pra quando nascer, crescer e saber ler, poder ver quanta gente deixou comentário sobre a fotinho ou o vídeio postado à anos atrás mostrando que  ia ser um menino! Olha o tiquinho dele!!!! ô.o Nojento.
Não não tô revoltada com a modernidade e sua tecnologia de vigia plantão 24 horas.
Só acho que a vida virou uma farra tão generosa e cheia de cabos que ficou difícil as pessoas se conhecerem mais antes de conhecerem o outro. E sendo assim, tá fácil demais rotular alguém vendo fotos no orkut, ou lendo um post de blog achar que fulana é mais ou menos que alguém.
Amo meu blog e amo um monte de outros blogs que acesso. Mas eu sou muito mais que algumas palavras ou alguns megapixels podem congelar.

Beijo meus amores!!!!

Nenhum comentário: